Potencial de sequestro de CO2 em SAFs

“Proposta de uma metodologia prática: calculo de potencialidades de seqüestro de CO2 em Sistemas Agroflorestais na APA Itacaré/Serra Grande”. Esse é o nome do projeto de pesquisa desenvolvido pelos estudantes de ciências ambientais Carles Saez Aguayo, Raquel Segura Borras e Xavier Garcia Bernat, como mais um fruto da parceria entre o Movimento Mecenas da Vida e a Universidade de Girona (Espanha/Catalunha).

Durante o período de 3 meses consecutivos, os estudantes pesquisaram os sistemas agroflorestais – SAFs – de 10 propriedades rurais de agricultores tradicionais que participam do programa Turismo CO2 Neutro, sendo 5 em Taboquinhas, e 5 entre Itacaré e Serra Grande.

A pesquisa se concentrou nos 16 SAFs distribuídos entre essas propriedades, com diferentes idades de implantação. O Objetivo é quantificar o Carbono fixado, ao longo dos anos, por três espécies com potencial econômico (cacau, cupuaçu e açaí), que são utilizadas, pelos agricultores, para a restauração das áreas degradadas de suas propriedades, possibilitando-nos saber, com precisão, o quanto de Carbono está sendo fixado pelos diferentes Sistemas Agroflorestais, que estão sendo implantados para neutralizar as emissões de CO2 dos empreendimentos que participam do programa Turismo CO2 Neutro.

Para iniciar o trabalho, Carles, Raquel e Xavier averiguaram com os agricultores o histórico de uso e ocupação de cada área estudada, antes delas se transformarem em Sistemas Agroflorestais, a fim de possuírem mais elementos para analise dos resultados da pesquisa. Após essa etapa, as áreas foram geo-referenciadas (GPS), e na seqüência foram coletadas as informações relevantes à pesquisa.

Foram medidos todos os exemplares de árvores (diâmetro do caule e altura) para calcular o volume de Carbono na biomassa das mesmas, e coletadas amostras da serrapilheira para calcular a quantidade de Carbono da biomassa depositada sobre o solo. Para o calculo da quantidade de Carbono presente no solo, em cada área estudada, foram colhidas diversas amostras de solo, as quais foram encaminhadas à CEPLAC – Centro de Pesquisa da Lavoura Cacaueira - (Ilhéus/BA), para serem analisadas.

Para cada espécie (cacau, cupuaçu e açaí) foi desenvolvida uma equação para estimar a sua biomassa, o que possibilita chegar à quantificação do Carbono presente na biomassa. Dessas 3 espécies, nos 16 SAFs, foram identificados 2.000 indivíduos.

Após 3 meses de tarefas, com absoluta colaboração dos agricultores e seus familiares, a pesquisa de campo aqui no Brasil foi encerrada. A etapa seguinte será a de calcular a biomassa total que existe nas 16 áreas de SAFs, das 3 espécies analisadas, e saber quanto de CO2 elas são capazes de seqüestrar.

A grande importância deste trabalho para o programa Turismo CO2 Neutro é fornecer dados confiáveis sobre a fixação de Carbono, durante o ciclo de crescimento das espécies plantadas, tornando mais precisa a metodologia utilizada no programa. A partir desse trabalho, nossa idéia é avançar com outras pesquisas, principalmente para compreender a dinâmica de fixação de Carbono nas áreas de floresta das propriedades dos agricultores parceiros. Queremos saber quanto de Carbono é fixado por ano, nos diferentes estágios sucessionais da floresta, pois isso dará embasamentos mais sólidos para ajustar, cada vez mais, a metodologia do programa Turismo CO2 Neutro.

Parcerias! Essa é a pegada da “rede Turismo CO2 Neutro”. Obrigado gente!

 



Trabalhamos para democratizar a conservação ambiental e integrá-la ao desenvolvimento humano.

Reconhecidos pela UNESCO!

Nossas Parcerias

Rede nas parcerias institucionais, com os colaboradores e com os participantes Turismo CO2 Legal!

Conheça-os!

Rede Colaborativa

  • Saiba como cooperar, solidarizar, agir sinergeticamente, participar, otimizar, sustentar-habilidades...

    LEIA +

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4

Contato

  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  55 + (73) 9996-1575
  Rua Marquês de Paranaguá, 200 - Caixa Postal 209 - Centro, Ilhéus (BA) - Brasil - CEP.: 45653-970